segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Fúria do falo


A fúria do falo
Esvaindo o gozo
A cinco dedos,
É um ato excitante.

É um prazer solitário
Resultante do incontrolável
tesão do macho que  independe
de imagens reais /virtuais.

Coisa linda de se ver,
Um falo ereto
Negro ou rosado,
De leite banhado
É delírio inegável.

Na punheta
o falo excede suas medidas
 o macho derrama seu vigor
consagrando seus desejos
no gostoso ato libidinoso

fogosinha

terça-feira, 11 de julho de 2017

Desejo Febril

Essa foda é uma loucura



Um desejo febril
Abrasa meu ser
Não é nada sutil
Esse meu querer

É vontade de você
Das carícias quentes
Para ficar à mercê
Dos desejos presentes

Nossa imaginação
É insana e sem pejo
Erotismo entra em ação
Nossos corpos um só desejo

Você um rio de luxúria
Eu, receptora do seu leite
Deságua sobre mim sua fúria
Momento imaginado... Deleite!

Fogosinha

Talho perfeito



Que talho taõ perfeito
Tem a mulher entre as pernas.
É largo e também estreito,
Escuro como caverna
Enlouquece qualquer sujeito.


No púbis aquele veludo
Preto, ruivo ou careca,
Deixa o homem tesudo.
É chamada de xereca
E tem lábios carnudos.

Mas o nome adotado
É boceta, no meio
Tem um botão rosado,
Que sem nenhum receio
Cresce quando sugado


É o gostoso “grelo”
Que à boceta enfeita,
Seja de qualquer modelo
O macho se deleita.
Mirando uma perfeita boceta

Um macho bem safado,
Sem asco e sem frescura,
Adora um grelo babado.
Quando esfrega a pica dura
Num grelo bem inchado


Gostoso é o cheiro de foda,
Da gala quente que escorre
Da boca, boceta e bunda.
É como um gostoso porre
Uma foda bem safada.

Fogosinha

Complexidade


Penso que é gostoso de sentir, sim!


O ser humano é mesmo complexo, tenho marido em casa, somos um casal maduro , ele com seus 62 ainda bem vigoroso, eu com 69 um tanto fogosa, gostamos de fazer sexo  e para nossas idades, nos consideramos um casal realmente fogoso.
Adoro quando estou na cozinha, sem calcinha que ele chega por trás e encoxa, e mete mão na xana a sirirricar o grelo, gozo ali mesmo, e ele já se posiciona e fode gostosamente, adoro foder em pé,  sentir o gozo escorrendo pelas pernas, depois um banho regado a chupadas, é muito bom.
Às vezes, deito no sofá pra ver alguma programação, se ele estiver em casa, ah , é foda certa, adora me chupar no sofá e depois meter gostoso ali mesmo. Quando digo que o ser humano é difícil de ser entendido , digo e confirmo, sempre penso numa amiga para uma brincadeira, tenho uma curiosidade imensa de  sentir prazer com uma amiga, desde o dia que umadormiu na minha casa e casualmente entrei no quarto que ela dormia, e dormia pelada, quando vi o tamanho do clítoris dela fiquei numa fissura grande para experimentar, sinto até arrepios e fico toda molhadona só de pensar, meu coroa esses dias passou a mão em mim e me sentiu molhada, ficou curioso e questionou, então eu confessei meu desejo,  ficou bravo.

Mas lhe disse que não farei nada às escondidas e que se minha amiga ou qualquer outra amiga aparecer e estiver disposta quero  colar o velcro com ela, e penso que pra isso não é necessário ser lésbíca, é apenas sentir prazer, sou louca pra sentir este prazer diferente, penso que é bom...Será? 

fogosinha

segunda-feira, 1 de maio de 2017

doce fruto


No desbravar do teu corpo,
ao livrar-te das vestes
acontece um desconchavo
entre nós.

Teu mastro é o fruto
que minha boca deseja,
que a língua saboreia
quando o abocanho.

Sinto, entre minhas e tuas coxas,
verão e inverno, fogo e dilúvio
e morremos afogados  em gozo.


fogosinha

terça-feira, 28 de março de 2017

Boca gulosa





























Boca quente e faminta
Ao prazer não se limita
Sem pejo, acolhe teu jorro
Uma língua habilidosa

Um falo de cabeça brilhosa
Que coisa tão gostosa
Um mastro devorador
Mãos de fada, acariciam com amor

Estremeces e desfazes-te
Nesse deleite profano
De um gozo franco e pleno.
Tesão consumado!


Fogosinha

sábado, 25 de março de 2017

Conhecendo a Espanhola


Conhecendo a espanhola
Há mulher que acha feio
Um mastro enregecido
Mas se toca-lhe o seio
Tal pensamento é esquecido

Por isso vou lhe mostrar
Como um caralho e duas bolas
Numa espanhola de arrepiar
Fode, goza que se esfola



Vai e vem entre os peitos
A pika quase gozando
A boca alcança sem jeito
E a boceta latejando

Três dedos na rachada
Meu cuzinho fica a piscar
Estou mais que tarada
Para na rola me enterrar

Lamber os culhões e chupar
Que prazer o macho sente
Quando me convida virar
Prá um sessenta e nove quente

Fico doida de tesão
Vendo o macho punhetar
A minha boceta vulcão
Cresce o grelo e quer gozar

Peço-lhe uma boa roçada
Da regada para o cuzinho
Vendo a bunda arreganhada
Já quer meter no bicinho

Mas enfim, é na boceta
Que ele fode sem parar
Socando forte a caceta
Me matando de gozar.

Fogosinha
********

Ponto G, obrigada pela interação, conterrãnea

Eita que mulher fogosa
Gosto de ver assim
Delirante quando goza
Se eu fosse homem queria você pra mim.

Ponto G Femenino

**********
Interação do Poeta Miguel Jacó, 

A mulher Paraibana,
Tem o seu diferencial,
Ela adora entrar no pau,
E fode dum jeito sacana.

Chupa uma pica dura,
Como se fosse um picolé,
Lambe da cabeça aos pés,
O macho que a leva pra cama.



Lhe oferta sua buceta,
Seu cu fica a disposição,
Ela punheta coma as mãos,
Gosta de gozo na greta.

Tem orgasmo quando a vara,
Entra e sai com ritmo forte,
Ela diz eu sou do norte,
Me come e me estraçalha.

Quando goza os dois juntos,
Ela lambe o gozo e chora,
E novamente lhe implora,
Me coma seu transeunte.

Poeta Miguel Jacó
Fogosinha, Ponto G feminino e Miguel Jacó